Avaliação do Tópico:
  • 0 votos - 0 Média
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
Xtream Codes – Serviço de IPTV desmantelado em operação policial massiva
 Administrador Leandro Offline 18-09-2019, 08:10 PM
#1
Xtream Codes – Serviço de IPTV desmantelado em operação policial massiva A polícia italiana anunciou uma enorme operação anti-pirataria contra a empresa que opera o popular sistema de gestão de serviços IPTV, Xtream Codes.
Há várias investigações em andamento em vários países, incluindo Itália, Holanda, França e Bulgária. Assim, é revelado um esforço conjunto para desmantelar toda a infraestrutura da empresa, que já cancelou o serviço a milhares de clientes. Mas pode não ficar por aqui.
Para ver o Link Se Cadastre no site ou Log in .

  
De acordo com a Para ver o Link Se Cadastre no site ou Log in ., uma enorme operação está em andamento para desmantelar o serviço conhecido como Xtream Codes.
O Xtream Codes oferecia um serviço que permite aos utilizadores gerirem o serviço de revenda de IPTV e respetivos clientes. Dessa forma, trata-se de um serviço de subscrição baseado num sistema de assinaturas. Por norma, começa em valores a rondar os 15 euros por mês e pode chegar aos 59 euros, dependendo do “pacote” que o cliente pretende “contratar”.
Xtream Codes na mira policial
A GdF refere que tem 100 oficiais da sua Unidade Especial para a Proteção da Privacidade e da Fraude Tecnológica (NSPFT) a participar nesta operação para deitar a baixo o Xtream Codes.
A unidade policial italiana refere-se ao Xtream Codes como um grupo criminoso internacional. Está, portanto, a ser investigado não só naquele país, mas também na Holanda, França, Alemanha, Grécia e Bulgária. O Xtream Codes terá mais de 5000 clientes, que distribuem o serviço IPTV por 50 milhões de clientes finais. Destes, 700 mil estariam ligados ao serviço no momento das buscas.
De acordo com o Para ver o Link Se Cadastre no site ou Log in ., entidade europeia envolvida no processo de desmantelamento:
Citar:Os danos causados ​​pela quadrilha criminosa somam aproximadamente 6,5 milhões de euros. Compromete assim a existência de muitos provedores legais de TV paga no mercado. Mais de 200 servidores foram colocados offline na Alemanha, França e Holanda, e mais de 150 contas PayPal dos criminosos foram bloqueadas.
Para ver o Link Se Cadastre no site ou Log in .Imagem: Polizia di Stato
Resumindo, a operação simultânea de hoje levou à interrupção do sinal de telespectadores ilegais de TV paga na Europa. Assim, beneficiaram de uma taxa de assinatura muito abaixo do valor de mercado.
Agora, além disso, os clientes deste serviço poderão incorrer em multas que vão desde os 2500 a 25000 euros e de 6 meses a 3 anos de prisão.
Responder
  


Saltar Fórum:


usuários a ver este tópico:
1 Visitante(s)